TRADUTOR

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

UMA RUPTURA COM O MAOÍSMO EM DIREÇÃO AO TROTSKISMO

Carta de ruptura com a Liga Operária

A Liga Comunista publica a carta de ruptura de Ernesto Lopes com a Liga Operária. O camarada é trabalhador de uma importante categoria de Guarulhos. Em um momento histórico de profunda desmoralização da vanguarda de esquerda entre a classe operária, a LC é brindada com esta adesão ao seu programa, reafirmando o acerto de nossa jovem corrente por reconstruir o trotskismo principista dentro do proletariado.


Aos companheiros da Liga Operária!

Venho neste momento comunicar publicamente meu desligamento de toda atividade militante, bem como toda relação "formal" que me vincula à Liga Operária. Minha região de atuação politica nestes quase dois anos junto aos companheiros, foi entre os trabalhadores da cidade de Guarulhos. Fazendo uma avaliação de minha militância junto à Liga Operária, acredito que as divergências de caráter teórico-programático são gritantes, e ao longo do tempo estas divergências foram ganhando corpo e se tornaram enormes, por isso, não vejo mais motivo de estar dentro da organização. Tentarei esclarecer o mais breve possível os principais pontos onde discordo dos companheiros referente a questões teóricas:

terça-feira, 23 de agosto de 2011

A BATALHA POR TRÍPOLI

Rechaçar a ocupação militar imperialista camuflada pelos agentes mercenários da CIA!

Mercenários líbios patrocinados pela CIA dão uma camuflagem "popular" à recolonização de uma das maiores reservas petrolíferas do continente africano
Neste momento, uma ofensiva militar imperialista sem precedentes recoloniza um país africano. Em uma ação orquestrada pela Casa Branca, aviões e navios da OTAN desferiram a maior chuva de bombas sobre Trípoli desde o início dos bombardeios em 19 de março. Em solo, sob a cobertura de disparos da maior força bélica opressora já existente na história e comandados por militares da coalizão EUA-GB-França, os paramilitares agrupados pelo Conselho Nacional de Transição (CNT), criado e armado pela CIA, destroem e saqueiam a capital líbia. A guerra se estendeu às capitais da Argélia e do Brasil com a tomada da Embaixada líbia nestes países por mercenários locais.

sábado, 20 de agosto de 2011

71 ANOS DO ASSASSINATO DE LEON TROTSKY


Dedicar a vida à construção do partido trotskista internacional do proletariado é a única homenagem justa a Lev Davinovich
NO 20 DE AGOSTO DE 1940, Leon Trotsky, o principal dirigente da revolução bolchevique ao lado de Lenin, foi atacado mortalmente por um agente de Stalin vindo a falecer no dia seguinte. A revolução bolchevique criou a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS), o primeiro Estado operário do planeta que representava a maior vitória dos trabalhadores sobre os patrões desde o estabelecimento da propriedade privada e a divisão da sociedade entre classes sociais exploradas e exploradoras. Na URSS não havia patrões. Toda a população trabalhadora possuía pleno emprego, saúde, educação e moradia assegurados pelo Estado operário. Mas, os partidos sociais democratas da Europa, que dirigiam o movimento operário, traíram a luta pela revolução e contribuíram com o cerco imperialista para isolar e estrangular a URSS. O bloqueio externo, o refluxo da luta de classes internacional e as dificuldades materiais fizeram surgir uma burocracia no interior da URSS e do partido bolchevique.

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

U.S., THE MAIN ENEMY IS AT HOME! - 1/3


Obama unleashes the most brutal attack on working people throughout U.S. history

The U.S. has just increased its ability to follow feeding with trillion dollars the imperialist war machine and the biggest yankee capital as a whole. The costs of this operation will be paid initially with the increasing of social misery in the country. The Democrat Obama administration will go down in history as the one that carried out a biggest attack against the proletariat in the U.S., threatening all social reforms achieved in the twentieth century.
To "save the rich" of the economic crisis between 2007 and 2010, the imperialist state "borrowed" 16 trillion dollars* (according to the audit by the Government Accountability Office, GAO, about the Fed, the Federal Reserve yankee) to the great financial capital. As a sign of the times, or rather, of the setback in the classes struggle post-USSR, after the 2008 crisis, the same state of "super social welfare" for the great capitalists, will destroy what remains of the social assistance to U.S. poor, set up after the crisis of 1929 and expanded by the pressure of the struggles in the 60's (the moment of greatest rise in social struggles in that nation). Just the opposite of what was done by the "New Deal" to avoid a greater humanitarian catastrophe at the time, now the White House will withdraw perversely the minimum conditions of health and welfare of a population miserably sacrificed with the recent economic crisis. For the poor it means to be punched after falling.

sábado, 6 de agosto de 2011

EUA, O INIMIGO PRINCIPAL ESTÁ EM CASA! 1/3

Obama desfere o mais brutal ataque à população trabalhadora dos EUA em toda a história
dO Bolchevique #6

Protesto contra os cortes dos gastos sociais:
"TIRE AS MÃOS DO MEU SEGURO SOCIAL,
MEDICARE (assistência de saúde para pobres e deficientes) MEDICAID (assistência aos idosos)!
Os EUA acabam de ampliar sua capacidade de seguir alimentando com trilhões de dólares a máquina de guerra imperialista e ao grande capital ianque de conjunto. Os custos desta operação serão pagos inicialmente com o incremento da miséria social no país. A administração do democrata negro Obama entrará para a história como a que desferiu o maior ataque contra o proletariado dos EUA, ameaçando todas as reformas sociais conquistadas no século XX.